P&R – Natureza Primordial

P&R – Natureza Primordial


Natureza primordial

Pergunta:

O que é ignorância primordial?

Lama Jigme Lhawang:

Acredito que não exista ignorância primordial, porque o que está na origem, que é primordial, é o vazio luminoso, é o espaço criativo, fluído e livre de condicionamentos de nossa natureza; a verdadeira face de nossa mente.

No entando, quando passamos a observar e nos fixar naquilo que surge em meio a essa fluidez – “as ondas do mar” – esquecendo que independentemente de serem ondas com suas próprias características, sempre foram, são e sempre serão “água do mar”, tornamo-nos cegos. É como um pássaro voando desde o vasto céu. Quando este é magnetizado por sua sombra e se fixa a ela tornando-se inconsciente do espaço e da luz que a projetam. Nossa natureza é a do espaço translúcido e luminoso da mente. Quando nos perdemos nas imagens projetadas na tela da mente esquecemos que nossa natureza é a luz do projetor sendo permitida se expressar no espaço da mente.

Há uma qualidade de visão nesta cegueira, porém uma visão engatilhada por predisposições internas que filtram e alteram o que vemos fora. É como se colocássemos lentes para distância e para proximidade a fim de ver a realidade. Ainda que as lentes nos proporcionem ver, só vemos aquilo que nos é permitido, a partir do grau da lente que estivermos usando. Isso é um aspecto da cegueira, ignorância ou avidya, em sânscrito.

Porém, em meio a esta cegueira que vê, algo é revelado: uma qualidade natural da mente de se expressar dessa forma, de sentir e perceber as coisas a partir de um universo de possibilidades, referenciais, perspectivas. É revelado a nós que a natureza da cegueira é a qualidade natural da mente conhecedora, criativa, luminosa, desobstruída, sustentadora, expansiva e retrativa, ampla e estreita, precisa, pontual.

+ There are no comments

Add yours